Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Museu Picasso de Paris reabre as portas

Publicado 10 novembre 2014 per Andrea Rego  • 670 visualizações
Museu de reabre as portas
4.25 (85%) 4 votes

A maior coleção de obras de Pablo Picasso esta novamente à disposição do publico. Aproximadamente 70 mil peças pertencentes ao acervo particular do pintor catalão estao exposta no Museu Picasso de Paris. Depois de quase três anos em obras, o espaço reabriu suas portas no ultimo dia 25 de outubro.

Museu-Picasso-de-Paris-reabre-suas-portas
O trabalho de renovação e ampliação do museu começou em outubro de 2011 e, pela primeira vez desde 1985, ele esteve fechado à visitação. Mas valeu a pena. A reforma dotou o magnifico edifício de mais espaço e fluidez, permitindo ao publico um contato mais intimo com as obras do maior artista plástico do século XX.
A coleção, constituída de pinturas, esculturas e obras gráficas, tem um valor inestimável. Durante o tempo em que o museu esteve fechado, ela ficou guardada em lugar secreto e altamente seguro, mas não longe do olhar do publico. Varias cidades do mundo, inclusive São Paulo, receberam as obras de Picasso, em mostras que atraíram um numero enorme de visitantes por onde passou.

A missão de imaginar o encontro entre o publico e o gênio foi confiada a Anne Balssari, que dirige o museu desde 2005. Encontrar o justo equilíbrio entre espaços, luz e obras a cada exposição foi um desafio de peso. Ela compartilhou o saber estético, riscos e problemas para dar um senso de linguagem e ritmo à relação subliminar entre a natureza delas,  o que permitiu à sua equipe renovar a percepção sobre o trabalho do mestre.
O acervo do Museu Picasso de Paris é constituído de peças chaves do pintor, que guardou em seu poder cerca de 700 mil obras. Por essa razão, o visitante pode ter uma compreensão maior do valor artístico e do próprio olhar de Picasso, contemplando as varias fases de um gênio revolucionário, que jamais cessou de se reinventar.
Segundo Balssari, Picasso não conheceu o medo. Ele era movido pela vontade de “tudo perder e tudo tentar”. No museu de Paris, o publico pode contemplar, entre as centenas de obras, o seu período “azul”, constituido de pinturas monocromáticas de prostitutas, sifilíticos e figuras « invisíveis », o que seria suficiente para fazê-lo entrar para a historia como um dos maiores artistas que o mundo conheceu.
Um dos mais extraordinários dos grandes hotéis parisienses do século XVII, o Hotel Salé, onde esta instalado o Museu Picasso de Paris, fica no quartier histórico do Marais e pode ser visitado de terça a sexta, das 11h30 às 18 horas, e aos sábados e domingos, de 9h30 às 18 horas.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Artigos relacionados