Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Podemos reúne multidão em Madri

Publicado 31 janvier 2015 per Andrea Rego  • 581 visualizações
reúne multidão em Madri
4.2 (84%) 5 votes

Milhares de pessoas estiveram reunidas na grande manifestação organizada pelo Podemos, na tarde deste sábado (31), em Madri. A menos de um ano das eleições legislativas, o partido anti-liberal quer mostrar força « surfando » na onda do , que saiu vitorioso na Grécia com um discurso contra a politica de austeridade imposta pela « troika ».
Esse é o primeiro grande teste para o Podemos, que não cessa de crescer nas sondagens e já se constitui na quarta força politica do pais, com 20% das intenções de voto, atrás do Partido Popular, atualmente no poder, e das forças de « tradicionais ».
Em maio e junho terão lugar as eleições municipais e regionais no pais, antecedendo as eleições gerais previstas para novembro próximo. O partido da esquerda radical espanhola espera « roubar » o espaço politico do PS e dos ecologistas-comunistas da Esquerda Unida, hoje confrontados ao crescimento do Podemos de Pablo Iglesias, lider carismático de apenas 36 anos.

Retomada do crescimento

Apesar da retomada do crescimento que se verifica nos últimos meses, os espanhóis vivem sob o espectro de seis anos de crise e da insatisfação social, o que encoraja o novo Podemos, partido que surgiu do movimento dos indignados. Nas ultimas eleições para o Parlamento europeu, a legenda fez cinco deputados.
O desemprego, embora em baixa, atinge 23,7% da população ativa, comprometendo os resultados obtidos a partir das reformas colocadas em marcha, notadamente do esforço fiscal, da reestruturação do sistema bancário e a flexibilização do direito do trabalho.

Eleições legislativas

Dentro dessas condições, difícil para o executivo de tirar os frutos do crescimento. « Existe sempre vários semestres de prazo entre a retomada do crescimento e a percepção dos cidadãos », lembrou Fernando Fernandez, professor de Economia da I.E Business School, ao jornal francês Le Figaro.
O governo deve retardar o quanto puder as eleições gerais. O mandato de Mariano Rajoy termina em novembro deste ano, mas a Constituição pode permitir uma prorrogação de algumas semanas, ou mesmo de um ou dois meses. Tudo bem. A menos que cometa graves erros, o Podemos segue com chances de superar os adversários nas eleições gerais.

 

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Artigos relacionados