Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Nova edição de Charlie Hebdo sai na próxima quarta-feira

Publicado 8 janvier 2015 per Andrea Rego  • 497 visualizações
Nova edição de Charlie Hebdo sai na próxima quarta-feira
4 (80%) 1 vote

O Jornal Charlie Hebdo prepara sua nova edição, que deverá estar nas bancas na próxima quarta-feira, uma semana após o atentado ao seu prédio em Paris. O ataque vitimou 12 pessoas, dentro os quais 10 colaboradores do semanário.
O que sobrou da redação de « Charlie » está reunida na sede do jornal Libération, para preparar a edição póstuma ao drama do ultimo dia 7. Cartunistas e cronistas de outros veículos participam da publicação, que terá uma tiragem excepcional de um milhão de exemplares. Normalmente, « Charlie » é difundido em 50.000 exemplares.
O jornal satírico, que já se encontrava em dificuldades financeiras, foi « decapitado » de suas grandes figuras. A expectativa em torno dessa próxima edição é, portanto, enorme. « É preciso que a gente saia com um jornal ainda melhor. Nós vamos fazer, eu não sei como, mas nos vamos escrever com as nossas lágrimas », disse emocionado Patrick Pelloux, médico urgentista colaborador do semanário.

500.000 euros desbloqueados

Afim de fazer face a esses desafios, 500.000 euros serão desbloquedos em urgência, como revelou o jornal Les Echos. 250.000 virao do fundo de « Press e Pluralisme », administrado pelos editores da imprensa francesa, proveniente da desficalizaçao de doação de particulares.
Segundo o cotidiano econômico, os editores da imprensa teriam igualmente convencido google de dar a mesma soma. Esses 250.000 euros são provenientes do « fundo inovação numérica da imprensa » financiado pelo gigante americano da internet e destinado aos projetos inovadores nos médias franceses.
O distribuidor da maior parte dos jornais franceses, Presstalis, aceitou abrir mão de qualquer beneficio com a próxima edição de Charlie Hebdo. Os vendedores de jornal também se engajaram a motivar a venda do jornal satírico nas bancas. Mas, na verdade, nem precisava. A expectativa é que nas primeiras horas da próxima quarta-feira aconteça uma verdadeira corrida às bancas por essa edição histórica de Charlie Hebdo.
« Pode-se rir de tudo, mas não todo mundo », costumava dizer seu diretor de redaçao, o cartunista Stéphane Charbonnier, o Charb, uma das vitimas do atentado que fez 12 mortos e 11 feridos. Espera-se uma edição feita com lágrimas, mas com humor, bem fiel ao espírito satírico e livre de Charlie Hebdo.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Artigos relacionados