Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

O « jeitinho francês » para fugir do radar

Publicado 15 novembre 2014 per Patrick Emin  • 680 visualizações
O « jeitinho francês » para fugir do
5 (100%) 1 vote

Os franceses estao se valendo do GPS para evitar multas por excesso de velocidade. A « astucia », no entanto,  esta com os seus dias contados e os motoristas podem acabar pagando caro por isso. Mais 180 radares moveis de nova geraçao, impossiveis de serem detectados pelo GPS, entraram em operaçao este mês. Os equipamentos estao circulando a bordo de veiculos nao identificados nas estradas e vias expressas do pais.

Localizando-radares-e-a-comportamentoadoacidadaoOs radares de nova geraçao sao capazes de detectar, com ou sem flash visivel e em movimento, os veiculos em excesso de velocidade.         Militares e policiais uniformizados sao utilizados no serviço de patrulhamento.
As brigadas estao a bordo de automoveis banalisados que circulam em todo territorio nacional, inclusive nos perimetros urbanos. Os novos equipamentos somam-se aos 150 outros ja em funcionamento desde março do ano passado.
Dificilmente, os infratores podem escapar dos radares moveis. Eles sao capazes de detectar niveis de velocidades superiores às permitidas, mesmo que a viatura que dispoe do equipamento esteja trafegando em sentido contrario.
Uma vez ultrapassado ou cruzado pelas forças de ordem, a fotografia do veiculo flagrado é enviada automaticamente ao Centro Nacional de Tratamento em Rennes, com a precisa localizaçao geografica do mesmo.
Os agentes podem estar à postos em veiculo estacionado, tendo o direito de  parar os motoristas infratores e os autuar em flagrante.
O condutor indiciado por excesso de velocidade é passivel de multas nos valores entre 68 euros e 1500 euros, podendo chegar, no caso de reeincidência. a 3.750 euros. Também podera ser responsabilizado com pena de  três meses de prisao.
Em situaçao de acidente com feridos ou vitimas fatais, a lei estipula penas que vao de cinco a 10 anos de detençao, além de multas que podem atingir os 100 mil euros.
Mas, como se trata de homicidio involuntario, as penalidades sao abrandadas, restando as familias das vitimas um sentimento de impunidade, apesar de tudo.
Tentar evitar o cumprimento do da é realmente muito comum neste pais. Mas respeitar os meios postos em prática para evitar acidentes seria muito mais honroso e, certamente, menos caro e problematico.

E você, o que você pensa dos radares?

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Artigos relacionados