Widgetized Section

Go to Admin » Appearance » Widgets » and move Gabfire Widget: Social into that MastheadOverlay zone

Lituânia festeja euro

Publicado 1 janvier 2015 per Andrea Rego  • 652 visualizações
Lituânia festeja
4 (80%) 2 votes

A adoção do euro como oficial foi comemorada pelos lituanos. Desde as primeiras horas desta quinta-feira, um grande número de pessoas se apressou para retirar dinheiro dos caixas eletrônicos. O afastamento da Rússia foi uma das principais motivações da Lituânia para integrar a União Européia.
Em tempos de incerteza, este é um sinal positivo para a Europa mesmo se a contribuição do pequeno pais báltico de três milhões de habitantes ao PIB europeu será mínima. “A entrada da Lituânia testemunha a atratividade da zona euro”, festejou o presidente do BCE, Mário Draghi.
Por parte dos lituanos, a adesão é mais politica. A decisão se impôs depois que Estônia, em 2011, e , em 2014, passaram a integrar o bloco. Dos 28 estados-membros, 19 compartilham agora a mesma moeda.

Medo da Rússia

“O euro é para nós um instrumento de integração: mais próximos nós seremos do Oeste, mais longe estaremos do Leste”, resumiu o presidente do Banco da Lituânia, Vitas Visialiauskas. A condição de “banqueiro” nao deveria favorecer sua implicação na geopolítica. “Mas sao os fatos hoje”, reconheceu o futuro novo membro do Conselho de presidentes de Frankfurt.
O medo da Rússia é onipresente e se acentuou com a crise na Ucrânia. Mesmo pertencendo à Otan, os sobrevôos de aviões do exército russo sobre o território lituano chegaram a um número recorde no ano passado.

Bom aluno

Depois da entrada na União Européia em 2002, a Lituânia foi a primeira a tentar o exame para a passagem ao euro, em 2006, mas foi freada pelos índices de inflação. Bom aluno, o país terminou o ano com uma divida pública inferior à 40% do PIB e um déficit publico de 1,5 %. A inflação passou de 11,1 em 2008 a 1,2 em 2013 e 0,3 em 2014.
Essa situação de quase deflação deverá limitar as reticências da população que receia um impacto negativo sobre os preços. O contexto internacional e geopolítico deve também favorecer a adesão dos lituanos, que se inquietaram dos movimentos das tropas russas nos territórios ocidentais de Kaliningrado.

Moeda estável

A queda do rouble reforça a atração do euro. “Guardar sua própria moeda torna-se muito vulnerável quando se é um pequeno pais. O euro é considerado como uma moeda estável e segura”, comentou Zygimantas Mauricas, economista de Nordea, banco especializado na Europa do Norte.
Além disso, as empresas dão importância aos fatores positivos: a alta dos investimentos financeiros, como a que se produziu na Estônia e na Letônia, uma baixa nas taxas de juros, uma facilitação dos negócios e das economias sobre os custos de transação. O euro é muito positivo para o crescimento regional”, concluiu o economista.

Grécia

Enquanto a Lituânia se junta à zona euro, não é certo que a Grécia conserve a mesma disposição de 2012. Depois da última segunda-feira do anuncio das eleições antecipadas e da recusa do Parlamento de eleger o candidato do governo à presidência da Republica, a “musica” dos conservadores locais e das autoridades européias é a mesma que há três anos: fora da austeridade, toda outra orientação conduzirá o pais à catástrofe, ao caos da saída da Europa.

Facebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedinFacebooktwittergoogle_pluspinterestlinkedin

Artigos relacionados